VOTE!

VOTE!
Encerramento da votação: 30/09 - Classificação: 02/10 - Recursos: 03/10 - Resultado Final: 05/10 - Entrega da premiação: A definir

segunda-feira, 18 de setembro de 2017

Após denuncia, suplente pede demissão do emprego para continuar no Conselho Tutelar.

Veja também a retratação da nossa redação para com a presidente do Conselho Tutelar em meio a descoberta de que a mesma não enviou recado algum por terceiros para o editor geral deste blog.

Por: Redação

Demorou mais a sensatez finalmente foi adotada pela 1ª suplente do Conselho Tutelar e/ou pela diretoria do Cactus/VM dias depois da denúncia feita por este blog quanto a forma irregular em que se deu a posse da referida suplente pelo CMDCA – Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, tendo em vista que a mesma tinha planos de acumular dois cargos; de educadora social no Cactus/VM e de conselheira titular no Conselho Tutelar, o que não teria problema se houvesse compatibilidade de horário e não dá forma que havia sido planejada pela suplente em ficar nos dois empregos nos mesmos dias e horários de trabalho, afinal de contas, todos os conselheiros são obrigados por lei a prestar 20h de plantão na sede do Conselho e mais 20h em plantão domiciliar, coisa que a suplente com dois empregos não teria como conciliar.

O fato é que depois da ampla repercussão da matéria, inclusive fora do município, a 1ª suplente ao contrário do que todos imaginavam, que seria, ou insistir no erro acumulando os cargos enquanto o MP não fosse provocado pela 2ª Suplente ou renunciar ao cargo no conselho, no entanto, esta resolveu em comum acordo com o Cactus/VM pedir demissão da organização de modo a continuar Conselheira Tutelar por 05 meses a cada ano durante o mandato de 04 anos dos conselheiros tutelares titulares, ou seja, cobrindo as férias dos conselheiros anualmente.

A quem diga que a decisão da suplente foi uma espécie de resposta a este blog e a quem supostamente queria que ela não assumisse a vaga no conselho, dizem que ela não quis dá esse “gostinho”. Já alguns ex-colegas de trabalho da mesma, dizem que a decisão embora seja para trabalhar apenas 05 meses por ano e não todos os meses como era no Cactus/VM foi uma decisão coerente tendo em vista os constantes cortes de recursos na organização que tem levado a várias demissões nos últimos 03 anos.

Desde já, o blog Canapi Agora em nome do seu editor geral, afirma categoricamente que a única coisa que gerou toda essa polêmica em torno da posse da referida suplente teve por motivação única e exclusivamente o fato da mesma não ter dado garantia real, devidamente documentada, de que teria condições de conciliar ambas as funções no seu horário de trabalho, pois se assim tivesse, se quer uma única letra sobre o caso teria sido divulgado por este blog.

Retratação

Infelizmente toda essa polêmica acabou de certa forma “aranhando” a imagem de uma das instituições mais importantes do município, se não a maior, o CONSELHO TUTELAR, afinal de contas, não havia como separar aqueles que o representam, da INSTITUIÇÃO CONSELHO TUTELAR, muito embora, a intenção da matéria foi justamente defender o nome da instituição, suas regras e atribuições, não permitindo a continuidade de tamanha irregularidade dentro do órgão.

Acontece que, em meio a uma série de desencontros de informações e rispidez por parte da maioria dos conselheiros tutelares e dos conselheiros de direito para com a redação deste blog, acabou sobrando para a presidente do Conselho Tutelar, que ao enviar mensagem "intimidadora" ao editor deste blog dizendo que não o autorizava a fazer matéria alguma envolvendo o nome do conselho, não esclareceu que tal mensagem tratava-se de uma decisão colegiada, vindo a esclarecer posteriormente, não só isso como também o fato de tanto ela quanto os demais conselheiros não serem conhecedores que esta redação não precisava de autorização alguma dos conselheiros para relatar qualquer denuncia, desde que devidamente embasada de provas contra a instituição que representam.

Colocada em “pratos limpos” estas duas questões conflituosas, a presidente do Conselho Tutelar alegou que não mandou recado algum conforme consta na matéria/denúncia para o editor geral deste blog, o que de fato dias depois da publicação da matéria esta redação desconfiou que poderia ser falsa a informação de que a presidente do Conselho Tutelar teria mandado outro recado "intimidatório", no entanto, continuamos a acreditar no suposto “recado”, uma vez que somente 30 dias depois a presidente veio a negar que tenha feito tal pedido.

Portanto, apesar de que na matéria fomos bem explícitos de que se tratava de uma afirmação indireta da presidente do Conselho Tutelar, a mensagem na qual defendia a posse da suplente numa suposta conversa que tivera com o promotor de Justiça, finalizada de uma ameaça ao editor geral deste blog, deixamos aqui nosso registro de retratação para com a presidente do Conselho Tutelar em decorrência de tudo o que foi exposto a seu respeito após a divulgação do suposto recado. Ao tempo em que reconhecemos que todos os conselheiros tutelares titulares apesar da pouca experiência decorrente do pouco tempo a frente do conselho, demonstram muito esforço e vontade de aprender cada vez mais, principalmente na prática do dia a dia, exercendo de fato o que é ser um verdadeiro conselheiro tutelar, um verdadeiro defensor e protetor dos direitos da criança e do adolescente.


sábado, 16 de setembro de 2017

Em audiência com o Ministério Público de Pernambuco, Eletropetromotos diz ter patrimônio suficiente para fazer pagamento de clientes sorteados.

Representantes da Eletropetromotos estiveram reunidos na noite desta segunda-feira (11), com o Promotor de Justiça, Lúcio Luiz de Almeida Neto. A audiência aconteceu no auditório do Ministério Público, situado na Praça Arruda Câmara e contou com a presença de clientes sorteados que estão no aguardo do recebimento das motos.
Por motivo de força maior, o dono da empresa, José Ildo não pode comparecer e nomeou formalmente os advogados, Thiago Silva e Mayara para representá-lo. Na ocasião foi traçada uma negociação e um encaminhamento concreto.
Após averiguação, o Ministério Público de Pernambuco – MPPE ficou informado que o problema do atraso na contemplação dos sorteados é devido indisponibilidade de recursos e crise financeira na empresa, pois já havia suspenso o ingresso de novos participantes de grupos, o qual girava recursos para a quitação das motos.
A empresa deixou claro ao Ministério Público que tem patrimônio imobilizado suficiente para fazer o pagamento, um conjunto de bens, maior até do que todos os débitos, o que daria pagar. De acordo com o promotor Lúcio Almeida, alguns interessados se expressaram, questionaram e tiraram dúvidas, um momento esclarecedor.
Na ata foi registrado alguns encaminhamentos. O MP solicitou oficialmente que a empresa informe a promotoria quanto deve e a quem deve a cada uma das pessoas da representação aqui de Afogados da Ingazeira e qual é o valor desse débito.
Outro encaminhamento do MP é que a empresa apresente a promotoria com o que pretende pagar, que tipo de patrimônio a empresa tem que se propõe a ser mais que suficiente para pagar. O representante do MP quer entender que bens são esses. O prazo dado foi de 30 dias, podendo ser atendido antes a depender da empresa.

Alagoas 200 Anos: Salve a nossa “Estrela Radiosa”!

Por: Ascom/Canapi-AL
Neste dia em que a nossa querida Alagoas comemora 200 anos de Liberdade, quero agradecer profundamente a Deus por ser o Prefeito mais jovem do Estado e por estar gerindo uma cidade sertaneja que vem ganhando o seu devido destaque nestes 200 anos de história – minha querida Canapi!
Quero declarar o meu amor por esta cidade e por este Estado que, mesmo diante de tantas adversidades, tanto têm a oferecer ao Brasil e ao mundo graças às suas belezas, sua gente amável e hospitaleira e seu grande potencial.
Quero saudar com alegria o povo alagoano, especialmente o povo de Canapi. Vamos juntos em busca de dias melhores, acreditando no que está por vir, celebrando as nossas conquistas e trabalhando muito para que estejamos avançando e indo além, levando a nossa querida cidade ao desenvolvimento e ao progresso. Nossa cidade vem prosperando e vai prosperar muito mais, por que acreditamos nos valores e no potencial de nossa gente, verdadeiros Guerreiros e Guerreiras alagoanos!
Parabéns, minha Alagoas – joia rara e preciosa deste Brasil! Terra de desbravadores! Terra de gente feliz! Avante, Liberdade Formosa!
 Viva Alagoas!
 Prefeito Vinícius Lima – Canapi – Sertão de Alagoas

LIBERDADE DE EXPRESSÃO

Art. 220º da Constituição Federal: A manifestação do pensamento, a criação, a expressão e a informação, sob qualquer forma, processo ou veículo não sofrerão qualquer restrição, observado o disposto nesta Constituição.

§ 2º - É vedada toda e qualquer censura de natureza política, ideológica e artística.

Usuários Online (Agora)